Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luacheia

Não seja uma bruxinha, vai com as outras Não aceite verdade absolutas dos outros Melhor não aceitar nem as suas verdades absolutas Permita-se mudar Permita-se questionar Permita-se CRIAR e (RE)CRIAR, sempre! Somos bruxinhas do bem!

Não seja uma bruxinha, vai com as outras Não aceite verdade absolutas dos outros Melhor não aceitar nem as suas verdades absolutas Permita-se mudar Permita-se questionar Permita-se CRIAR e (RE)CRIAR, sempre! Somos bruxinhas do bem!

luacheia

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
11
Nov19

Decreto para dissolver "Votos de Pobreza" de outras vidas


luacheia

realidaded.jpgVocê já parou para pensar que tentou de tudo, já foi empregado, empreendedor, tinha algo que todos diziam que daria certo, e no fim nem deu, que dirá certo não é? 
Nem por brincadeira, alguma vez você se perguntou, se fez "Votos de Pobreza" em outras vidas?
Parece algo meio louco não é? Principalmente, de se pensar nesta vivencia terrena, mas é muito possível que algo do género tenha acontecido.
Sabia que pode ser um segredo Incrível que impede a maioria das pessoas de ganharem dinheiro e atraírem a riqueza e a prosperidade para a sua vida? Vou apenas dar um breve exemplo. Na Idade Média, na Europa, o caminho popular para a espiritualidade era se tornar um monge ou freira. Os Monastérios e os Conventos eram bem financiados, pois as suas populações locais eram obrigadas por lei a, não somente ir à Igreja aos domingos, mas também a doar 10 por cento de sua renda para a Igreja. Monges e freiras assumiam votos que os aliviavam das distrações de ter que ganhar a vida. Eles faziam votos de pobreza, de castidade e de obediência. Livres das distrações de trabalhar por um salário, ou de sustentarem uma família, eles eram capazes de passar muitas horas por dia em adoração e contemplação. A parte do voto de obediência convinha muito àqueles que estavam no comando. E de pobreza, mais ainda aos cofres das igrejas. O problema é que, uma vez que o voto é feito, ele fica armazenado em sua mente subconsciente que, ao contrário do seu cérebro físico, vive após a morte e reencarna com o seu espírito a cada nova vida. E se você está lendo isto, talvez não seja a um mero acaso, do acaso. Depois da duvida, será que isto se encaixa comigo? Vem a parte de mãos a obra, é preciso limpar estas memórias, talvez não seja fácil, talvez você precise insistir, para tirar, apagar este código de controle da sua mente e vida.
Deixo aqui um decreto de limpeza, que deve ser feito por 21 dias.
Mas lembre-se talvez seja preciso insistir por mais tempo do que isto.
DECRETO:
Eu (seu nome completo) dentro do círculo infinito da divina e poderosa presença Eu Sou, peço a todos os mestres e seres de luz que me acompanham, permissão para anular todos os votos, e contratos kármicos limitantes, em qualquer vida, vidas passada, vidas paralelas, ou planos e dimensões que meu ser exista ou tenha frequentado.
A partir de agora anulo e renuncio a todo juramento de lealdade, obediência, ou permanência a qualquer ordem religiosa, irmandade iniciática ou outro tipo de associação que não serve ao meu bem mais elevado, todos os atos limitante que meu ser tenha permitido em qualquer plano, dimensão, vidas passadas, ou simultânea, eu destruo e descrio agora! E me liberto! 
Eu (seu nome completo) dentro do círculo infinito da divina e poderosa presença Eu Sou, Anulo todos e qualquer voto de pobreza, que eu criei ou que me foi imposto, E se em algum lugar, espaço de tempo e localização, eu criei que dinheiro não é bom para mim, e tudo o que isto representa, eu destruo e descrio agora! Me liberto destes votos para sempre, e os transformo em prosperidade e abundância na minha vida. O meu ser nasceu para ser naturalmente abundante, por isto a abundância neste momento flui para mim.
Peço que todo karma criado por estes votos sejam devolvidos a fonte original. Transmutados e requalificados em luz, amor e sabedoria. Assim eu decreto e assim será! Gratidão
Decretar em voz alta
Fátima Lenir

Somos Bruxinhas do Bem

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D